Estreia Histórica de Rogério Ceni: Defesas Cruciais e um Início de Legado no São Paulo FC

Em 25 de junho de 1993, o icônico Rogério Ceni iniciava sua jornada no São Paulo FC, não no Morumbi, mas no Troféu Santiago de Compostela, na Espanha. A estreia marcou não apenas o início de uma trajetória lendária, mas também o encerramento da era Raí. Ceni, aos 20 anos, estreou com uma atuação memorável, defendendo pênaltis e conquistando o título para o Tricolor Paulista. Seu caminho repleto de glórias começava em uma terra distante, nas tradições sagradas de Santiago de Compostela.

Dez 12, 2023 - 16:41
 30
Estreia Histórica de Rogério Ceni: Defesas Cruciais e um Início de Legado no São Paulo FC
Estreia do Rogerio no São paulo em 1993

Em 25 de junho de 1993, enquanto a despedida de Raí ecoava, o jovem Rogério Ceni fazia história no São Paulo FC. Sua estreia não ocorreu no Morumbi, mas em Santiago de Compostela, na Espanha, durante o Troféu Santiago de Compostela. A partida não apenas inaugurou a carreira do lendário goleiro, mas também marcou o fim de uma era gloriosa no clube.

Naquela excursão à Europa, Ceni, aos 20 anos, esperava ansioso no banco, mas surpreendentemente recebeu a oportunidade de começar como titular. O destino reservou a estreia para longe de casa, nas tradições dos "Caminhos Sagrados de Santiago", em um confronto contra o modesto Tenerife.

O jogo não só testemunhou o surgimento de Rogério Ceni, mas também a estreia de Guilherme, o atacante que marcou quatro gols naquela partida. Ceni, não contente em apenas estrear, brilhou ao defender um pênalti, ganhando confiança e iniciando sua jornada com destemor.

Em suas próprias palavras, Ceni relembra: "Na época, o Zetti estava na Seleção Brasileira, e surgiu a oportunidade de estrear. Quando viajei para o torneio, esperava ficar no banco, mas na preleção fui informado que iria para o jogo. Fiquei muito contente e ansioso, porque tinha apenas 20 anos e iria defender o São Paulo pela primeira vez."

O jogo culminou não apenas na estreia, mas também na conquista do Troféu Santiago de Compostela, com Ceni defendendo outro pênalti na final contra o River Plate. Essa vitória não apenas solidificou seu lugar no time, mas também foi um presságio do vasto legado que estava por vir.

O futuro ícone são-paulino passou mais três anos como reserva, até assumir a titularidade em 1997. Seu legado se construiu ao longo de mais de mil jogos, mais de uma centena de gols e 12 títulos conquistados. A estreia em Santiago de Compostela não foi apenas um começo; foi a primeira página de um capítulo lendário na história do São Paulo FC e do futebol mundial.

Jonas Henrique Nasceu em São Paulo (SP) e cursou jornalismo na Faculdade Cásper Líbero.