Djalminha: A Magia nos Pés que Iluminou o Palmeiras em 1996

Reviva a extraordinária passagem de Djalminha pelo Palmeiras em 1996, uma época de esplendor e glória que o meia elegeu como a melhor de sua carreira. Dos gols memoráveis à conquista do Campeonato Paulista, explore o brilho único de Djalminha com a camisa alviverde.

Dez 11, 2023 - 00:19
 77
Djalminha: A Magia nos Pés que Iluminou o Palmeiras em 1996

Djalma Feitosa Dias, ou simplesmente Djalminha, inscreveu seu nome na história do Palmeiras em 1996, em uma jornada que transcendeu o ordinário e elevou o meia a um patamar de glória. Nascido em Santos, São Paulo, em 9 de dezembro de 1970, Djalminha encontrou no verdão o palco perfeito para seu espetáculo futebolístico.

Após quatro anos no Flamengo, Djalminha buscava um novo horizonte para ter mais tempo em campo e desenvolver ainda mais seu talento. O Guarani foi o destino inicial, e lá, suas atuações brilhantes chamaram a atenção do futebol japonês. Uma breve experiência no Japão antecedeu seu retorno ao Guarani, onde manteve seu desempenho excepcional.

Em 1996, a Parmalat, patrocinadora do Palmeiras na época, concretizou a contratação de Djalminha. O meia se uniu a uma constelação de estrelas, incluindo Cafu, Rivaldo, Muller, Luizão, e sob o comando de Vanderlei Luxemburgo, formou-se um dos melhores times da história do clube.

A sintonia entre os jogadores foi quase perfeita, destacando-se no Campeonato Paulista, onde o Palmeiras marcou história ao registrar 102 gols, estabelecendo um recorde que perdura até os dias de hoje. Djalminha, com sua maestria nos pés, contribuiu de maneira fundamental para essa conquista, ajudando o time a levantar o troféu estadual.

O meia não economizou em gols e jogadas impressionantes, tornando-se uma peça-chave do esquadrão alviverde. Apesar da espetacular campanha no Paulistão, outras competições não resultaram em mais títulos, causando certa decepção, dadas as altas expectativas.

Djalminha despediu-se do Palmeiras no primeiro semestre de 1997, quando recebeu uma proposta do Deportivo La Coruña, na Espanha. Sua passagem deixou um legado marcado por 83 jogos e 45 gols, números que testemunham a genialidade de um jogador que iluminou o Palmeiras com sua arte nos gramados.

Jonas Henrique Nasceu em São Paulo (SP) e cursou jornalismo na Faculdade Cásper Líbero.